Tag: mesversário


Dia 242 – 2/3 do primeiro ano se passaram


Há 8 meses atrás ele estava nascendo. Vinha ao mundo a pessoinha que mudaria completamente nossa vida, virando tudo de ponta-cabeça, chacoalhando, revirando e nos fazendo sentir uma felicidade que não tem explicação.

Não tem explicação chegar em casa e receber o sorriso dele, com os braços abertos, pedindo colo.

Não tem explicação correr pela casa com ele no colo brincando, e ouvir sua gargalhada.

Inexplicável é ver a alegria dele ao acordar e ver que a Mamãe e o Papai estão ali, do lado.

Sem explicação a alegria dele no banho, tentando ficar de pé para olhar o que tem embaixo da banheira.

Inexplicável ter noites mal dormidas porque ele chora, ou sente desconforto, e nós temos que niná-lo para que ele descanse, e não se arrepender nem por um segundo de nada.

Não dá para explicar ele olhar para nós, ver o amor, a ternura e a segurança nos olhos dele, nos dando a certeza de que estamos fazendo tudo certo.

Nada disso tem explicação, e mesmo que tivesse, não faz a menor diferença, pois sentir e ver tudo isso faz tudo ter sentido. Mesmo sem sentido.

Três quartos do primeiro ano de vida do Biscoito se passaram. Logo logo chegará o aniversário dele. É muito rápido. Rápido demais. E indescritível!

 


Dia 181 – O grande dia


O final de semana reservou muita coisa especial! Parece que o universo conspira para que as coisas com o Biscoito sempre aconteçam no melhor momento. Ele fez 6 meses no domingo. O tempo passa muito rápido, e o desenvolvimento dele é cada vez mais rápido também.

É uma data que deve ser comemorada. É o início da alimentação dele além do leite, já nos reconhece, brinca, interage, fica sentado, e cada vez mais sorri. Não é um sorriso qualquer, é aquele que te revigora depois de um dia inteiro de trabalho, aquele que te dá a certeza de estar fazendo tudo certo e de que tudo vale a pena por ele.

No sábado tentamos dar a primeira refeição não láctea pra ele. Ok, não foi bem uma refeição, mas apenas introduzindo frutas. Não foi exatamente como esperávamos. E como não tínhamos frutas em bom estado saímos para comprar outras, tentando achar alguma madura.

No mercado uma funcionária foi inclusive até o estoque buscar um mamão mais maduro e levou pra gente na fila do caixa! É isso aí, Pão de Açúcar! Continue contratando funcionários assim!!!! E compramos mais um cacho de banana (que essa mesma funcionária nos ajudou a escolher).

Todo o ritual de novo…prepara a cadeira, limpa pratinho, amassa a fruta, corta um pedaço pra ele pegar, prepara o celular, e lá vamos nós.

Ele não quiz muito pegar a fruta, provavelmente porque estava meio molhadinha e escorregadia. Mas Mamãe foi corajosa e colocou na boca dele, passando pelos lábios e pela gengiva. Ele não fez uma cara muito amigável, mas não fez cara feia como fez com a maçã. Vamos então para a primeira colherada….que rufem os tambores! Pela reação dele ao colocar a colher na boca, arregalando os olhos, ele não gostou. Ele adorou!!! Deu um sorriso lindo e começou a pedir mais!

Ele gostou tanto que depois de mais umas 2 ou 3 colheradas, pegava a mão da Mamãe e levava até a boca querendo enfiar a colher toda lá dentro. Missão cumprida, e felizes com o resultado! O Biscoito gostou da sensação de comida! O próximo passo é apresentar pra ele costela, picanha, abobrinha, feijão e, o supra-sumo-mais-que-perfeito: bacon! #sqn


Dia 89 – 3 Meses de Gostosura


Eu sei, eu sei, sempre vou começar estes posts explicando que ele não faz aniversário ao completar as semanas exatas, por um motivo simples: nasceu em fevereiro, então faz mesversário uns dias antes de completar os meses exatos! Mas não estamos nem aí! 😛

Não íamos fazer um bolo, pois lá atrás combinamos que faríamos um ao completar 1 mês, e depois só com um ano! Afinal, dinheiro pra comprar fralda, roupa, pagar vacina e pediatra não nasce em árvore. Mas 3 meses é uma marca importante! É uma marca na qual muitas mudanças acontecem no bebê e que deveria ser comemorada! Então pedimos um bolo. Esse aí da imagem!

Por que da Peppa Pig? Porque ele gosta desse desenho! E antes que comecem a jogar pedras, facas, foices e bombas dizendo que estamos colocando o Biscoito na frente da televisão, vamos deixar claro que não é porque queremos, mas porque ele realmente gosta! Ele presta atenção ao desenho. E se o tiramos começa a chorar e fica movendo a cabeça tentando manter os olhos nele. E a questão não é a TV, é o desenho efetivamente!

Há mudanças gritantes no Biscoito agora, como ele sorrir de verdade (e não apenas os espasmos quando está dormindo), e às vezes gargalhar! Também está mais falante, mais brincalhão, e, claro, começando a querer levar tudo pra boca. O pescoço está mais duro, ele tem um controle quase total sobre a cabeça movendo-a para onde quer e olhando na direção dos sons, e já quase está ficando sentado durante o banho.

Infelizmente ele mesmo não participou muito da festa! Como tinha tomado as vacinas contra meningite no dia anterior, e essas vacinas derrubam mesmo (provocam reação sempre), ele ficou com febre e desanimado, então preferimos deixá-lo quietinho no berço enquanto destruíamos a casa da Peppa…