Tag: frutas


Dia T522-Oba, fruta nova!


O Biscoito adora fruta, ou melhor, ama fruta! Praticamente qualquer uma. Claro que existem as campeãs, como manga, banana e tangerina. Mas ele não recusa uma maçã, pêra, uva, caqui, laranja…

Ele também tem o costume/mania de querer comer o que nós temos no nosso prato. Mesmo que ele já tenha acabado de comer, vai querer provar um pouco do que estamos comendo.

Depois que todos comemos ficamos mais um pouco na mesa. Tanto a Mamãe quanto eu já tínhamos terminado, e o Biscoito já tinha comido a sobremesa. Até que ele olhou pro prato da Mamãe e viu algo interessante, novo, que ele nunca tinha provado antes. Não puro, pelo menos.

Ele esticou o braço para pegar. Eu fiz menção de tirar do alcance dele mas a Mamãe disse deixa pra ele aprender. Concordei. Ele colocou na boca e nós ficamos esperando pela careta e ele jogar longe, irritado.

Não teve careta. E não só não teve careta como ele ainda colocou a metade inteira do limão na boca pra chupar. É isso mesmo: um limão!

Não acreditei e peguei a metade que estava no meu prato para provar. Não estava um absurdo de ácido, mas também não dava para dizer que era um limão doce.

Não sobrou muita coisa do limão para contar a história.


Dia 181 – O grande dia


O final de semana reservou muita coisa especial! Parece que o universo conspira para que as coisas com o Biscoito sempre aconteçam no melhor momento. Ele fez 6 meses no domingo. O tempo passa muito rápido, e o desenvolvimento dele é cada vez mais rápido também.

É uma data que deve ser comemorada. É o início da alimentação dele além do leite, já nos reconhece, brinca, interage, fica sentado, e cada vez mais sorri. Não é um sorriso qualquer, é aquele que te revigora depois de um dia inteiro de trabalho, aquele que te dá a certeza de estar fazendo tudo certo e de que tudo vale a pena por ele.

No sábado tentamos dar a primeira refeição não láctea pra ele. Ok, não foi bem uma refeição, mas apenas introduzindo frutas. Não foi exatamente como esperávamos. E como não tínhamos frutas em bom estado saímos para comprar outras, tentando achar alguma madura.

No mercado uma funcionária foi inclusive até o estoque buscar um mamão mais maduro e levou pra gente na fila do caixa! É isso aí, Pão de Açúcar! Continue contratando funcionários assim!!!! E compramos mais um cacho de banana (que essa mesma funcionária nos ajudou a escolher).

Todo o ritual de novo…prepara a cadeira, limpa pratinho, amassa a fruta, corta um pedaço pra ele pegar, prepara o celular, e lá vamos nós.

Ele não quiz muito pegar a fruta, provavelmente porque estava meio molhadinha e escorregadia. Mas Mamãe foi corajosa e colocou na boca dele, passando pelos lábios e pela gengiva. Ele não fez uma cara muito amigável, mas não fez cara feia como fez com a maçã. Vamos então para a primeira colherada….que rufem os tambores! Pela reação dele ao colocar a colher na boca, arregalando os olhos, ele não gostou. Ele adorou!!! Deu um sorriso lindo e começou a pedir mais!

Ele gostou tanto que depois de mais umas 2 ou 3 colheradas, pegava a mão da Mamãe e levava até a boca querendo enfiar a colher toda lá dentro. Missão cumprida, e felizes com o resultado! O Biscoito gostou da sensação de comida! O próximo passo é apresentar pra ele costela, picanha, abobrinha, feijão e, o supra-sumo-mais-que-perfeito: bacon! #sqn


Dia 180 – O fruto proibido


Chegou o grande dia do primeiro alimento diferente de leite! Não é um dia qualquer, não é uma atividade qualquer, e precisa ser em grande estilo! Então lá fomos nós comprar uma cadeira, pratinhos, talheres…

A cadeira achamos interessante uma que é toda de plástico, com distância da bandeja para o acento regulável, dois níveis de altura, cinto de segurança de 5 pontos, e que quando fechada fica como uma malinha, sendo fácil carregá-la. Inclusive se for o caso para restaurantes!

Como disse aqui nossas opções de frutas ficaram reduzidas a maçã, pera e banana – não por imposição do Dr. Atra, mas por uma facilidade de encontrar as frutas! Então fomos atrás delas. Chegamos no mercado e olhamos as bananas: nenhuma madura! As maçãs? Nenhuma com aspecto bonito. Pera? Idem. As coisas não estavam indo bem e não podíamos ficar caçando as frutas por aí porque não podíamos demorar muito pra dar, já que o Biscoito poderia ter algum efeito ao comer (por cima ou por baixo), e se isso acontecesse durante a noite não seria legal. Então acabamos pegando essas mesmas.

Ao chegar em casa a Mamãe abriu a pera. Completamente verde! Estava dura, seca, sem gosto. Eu peguei uma banana…parecia que estava comendo cola (aliás, quase tomei meio litro de coca-cola para tentar desamarrar a boca). A maçã? Igual à pera.

Achei na geladeira um maçã perdida, que abrimos e ao provar estava pelo menos um pouco doce. Seria ela mesma.

Preparamos tudo: limpamos prato, talheres, maçã, amassamos ela, montamos a cadeira, colocamos o Biscoito, preparamos o celular, e espectativa a mil. A Mamãe deu um pedaço da maçã pro Biscoito pegar…não curtiu muito tocar a fruta, talvez por estar fria. Então vamos à primeira colherada.

Imagina quando você vê aquele bolo de chocolate lindo, recheado com doce de leite, cobertura de nutella (se não gosta de chocolate, doce de leite ou nutella você não é deste mundo, então pense em algo que goste muito), e ao colocar na boca sente gosto de brócolis (nada contra o brócolis…eu gosto! Mas comer brócolis achando que é chocolate não dá!). Fez uma careta agora, né? Pois é….foi exatamente isso que o Biscoito fez! Uma careta!!! Não curtiu a maçã! Continuamos insistindo um pouco, já que o Dr. Atra disse que isso poderia acontecer (ele não gostar), então demos mais um pouquinho, mas ele visivelmente não curtiu.

Como não era para dar muito mesmo, paramos por esse dia, com um pouco de frustração. Pelo menos não teve nenhum efeito colateral.


Dia 178 – A consulta mais esperada


Essa era uma consulta especial com o Dr. Atra. Seria a consulta em que receberíamos as informações para a primeira grande mudança na vida do Biscoito: a introdução de alimentos!

Primeiro vamos entrar com frutas, sempre amassadas na forma de papa, uma vez por dia. A recomendação de qual fruta dar foi bem clara: qualquer uma! Se quisermos dar ciriguela tá liberado!! Só teríamos que tomar cuidado pra não dar nenhuma fruta muito exótica pois ela precisa ser dada por alguns dias, então se der algo difícil de encontrar, vai ser difícil de continuar dando.

Nós reduzimos as opções de alguns milhares de frutos para quatro: maçã, pera, mamão e banana. O mamão foi logo retirado pois ele tem efeitos laxativos, e tudo que não queremos é um Biscoito mais cagão ainda e justo na sua primeira fruta!

A banana seria a última das opções, pela já mitológica aversão que a Mamãe tem a ela, e que inclusive rende muitas piadas: a pergunta mais recorrente na vida do Biscoito não é que faculdade ele fará, mas se comerá banana!

Ele também começará a tomar sopinha, mas só depois que já estiver comendo as frutas.

Na consulta foi tudo bem! Desta vez ele mais cresceu mais do que engordou, o que é bom pelo lado de que algumas roupinhas já estavam ficando apertadas, mas ruim porque outras roupinhas já ficam curtas! Mas é a vida e a tendência: se comprarmos roupas que ficam justas pra ele agora, provavelmente só as usaremos um par de vezes e nunca mais!

Pela primeira vez ele foi pesado e ficou sentadinho na balança! Ou seja: pela primeira vez temos o peso exato dele, e não uma estimativa (ele sempre ficava se debatendo na balança, e portanto a medida nunca era exata)!

E saímos com a indicação de dar a vacina antigripal, mesmo com o inverno já quase terminando! É que ele talvez já vá pra escolinha, e aí terá contato com outras crianças que podem estar com o vírus da gripe…e não vai ser legal ele ficar doente!