Dia 242 – 2/3 do primeiro ano se passaram


Há 8 meses atrás ele estava nascendo. Vinha ao mundo a pessoinha que mudaria completamente nossa vida, virando tudo de ponta-cabeça, chacoalhando, revirando e nos fazendo sentir uma felicidade que não tem explicação.

Não tem explicação chegar em casa e receber o sorriso dele, com os braços abertos, pedindo colo.

Não tem explicação correr pela casa com ele no colo brincando, e ouvir sua gargalhada.

Inexplicável é ver a alegria dele ao acordar e ver que a Mamãe e o Papai estão ali, do lado.

Sem explicação a alegria dele no banho, tentando ficar de pé para olhar o que tem embaixo da banheira.

Inexplicável ter noites mal dormidas porque ele chora, ou sente desconforto, e nós temos que niná-lo para que ele descanse, e não se arrepender nem por um segundo de nada.

Não dá para explicar ele olhar para nós, ver o amor, a ternura e a segurança nos olhos dele, nos dando a certeza de que estamos fazendo tudo certo.

Nada disso tem explicação, e mesmo que tivesse, não faz a menor diferença, pois sentir e ver tudo isso faz tudo ter sentido. Mesmo sem sentido.

Três quartos do primeiro ano de vida do Biscoito se passaram. Logo logo chegará o aniversário dele. É muito rápido. Rápido demais. E indescritível!